Páginas

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Espaços

"As coisas vêm até você quando dá espaço a elas. Dê espaço às coisas boas do mundo invés de se concentrar na dor e na tristeza."

     Foi o que me veio neste momento com tantos e tantos pensamentos acumulados na mente. Um pouco sem inspiração para escrever aqui. Mas hoje me veio essa reflexão que me fez pensar: "olha só quem fala..." porque como qualquer ser humano com fraquezas, eu também cometo meus deslizes e acabo dando espaço para o que não devia, a dar para coisas que interessam bem mais. Com esse espaço indevidamente ocupado, costumamos cometer equívocos.

     Ter medo é um deles. E o medo, é um dos fatores que acarretam a outros, criando assim uma bola de neve se você não tomar consciêcia disso e tomar medidas que solucionem tudo. É tudo uma questão de permitir e se permitir.

     Concentremos mais e nossos objetivos, em nossos objetos de amor, bem como: A família, os amigos, o trabalho, os estudos, as pessoas para quem você sorri por onde passa, para quem você abre a porta, você mesmo...
 
     Porque não há como fugir disso. Tudo está interligado. O amor-próprio é por onde tudo começa, porque sem se dar importância, não existe outra forma a não ser essa de dar importância aos outros. Então, antes de tudo, demos espaços a nós mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário