Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2012

Sim, eu ainda queria ser inocente.

Crianças são as criaturas mais abençoadas que já vi. Sua inocência chega a ser um presente. Elas parecem lidar muito melhor que nós com os obstáculos que muitas vezes a vida nos oferece. É como se o fato de elas desconhecerem o que as acontecem, as deixassem tranquilas, como se nada estivesse acontecendo. Na verdade elas passam pelas coisas com uma leveza que muitas vezes está até longe de nossa compreensão. O que nós perdemos então quando crescemos, é a inocência... Isso vem com o conhecimento. Mas que nunca percamos, por favor, a pureza. Inocência e pureza: Uma é irmã da outra. A inocência ao longo do tempo logo é substituída pela inteligência. A pureza? Ah, a pureza, aquilo que quando chegamos a idade adulta, nos faz lidar com a vida com sabedoria... Porque saber e sabedoria podem até se parecer, mas uma vai para um lado e outra para outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário