Páginas

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Celebremos o Amor!

Do pouco que presta nesta grande rede de comunicação chamada Internet, achei essa coisa mais fofa, que assim como diz o título, restaura a fé na humanidade. E como está todo em inglês, achei importante compartilhar traduzido para que todo mundo sinta a energia da gentileza humana.

Aqui vou eu: "26 Momentos que restauraram a fé na humanidade neste ano"

1. "Os pais que fizeram da cadeira de rodas do filho a melhor fantasia de Halloween"*

2. "O homem terminalmente doente que adora receber cartas... E recebeu mais do que esperava."
-"Scott Widak tem Síndrome de Down e sofre de uma doença do fígado, e adora receber correspondências. Seu sobrinho Sean postou sua Caixa Postal no Reddit e os usuários do site responderam com centenas de cartas, pacotes e presentes"

3. "Um estranho generoso que impediu um dia de ser arruinado" (vide imagem no site original)*

4. "O médico que ofereceu cuidados médicos de graça após o Furacão Sandy" (Site no final do post)*

5. "E as pessoas que ajudaram como puderam" 

"Temos energia. Por Favor, sinta-se a vontade para carregar seu celular"

 - (A foto da carta) "Querido proprietário da casa, eu estava prestes a doá-la para a Cruz Vermelha, porém, estou doando-a diretamente para você. A melhor das sortes na sua recuperação. Sinto muito pela sua perda."*

"Funcionários de hospital fazem corrente humana passando contêineres de combustível por 13 lances de escada até o gerador de emergência no Hospital de Bellevue, Nova York"*

6. "O casal mais velho que se viu em dois jovens pais"*

"Eu queria me oferecer para segurar seu doce bebê enquanto vocês dois almoçassem mas meu marido disse que eu pareceria uma assediadora. Então, ao invés disso, comprarei seu almoço  =) 
Desfrutem deste bebezinho - nós temos adolescentes, sei o que vem a frente para vocês, então aconcheguem seu pequenino enquanto podem! =)"

7. "O menino libanês que não acredita no ódio"*

8. "Os pais que tatuaram bombinhas de insulina em suas barrigas para que seu filho diabético não se sentisse "diferente" "* (antigo, mas sensacional, hein?)

9. "O policial que comprou sapatos para um desabrigado descalço"  

"Jenifer Foster foi visitar a Times Square em 14 de Novembro quando ela registrou o momento emocionante":

" Bem na hora que eu me aproximava, um dos oficiais veio por trás dele. O policial disse: 'Eu tenho estas botas tamanho 12 para você, elas são para todos os climas. Vamos calçá-los e tomar conta de você.' Ele se agachou no chão e pôs se a calçar meias e as botas neste homem. O policial não esperava NADA em troca e não sabia que eu assistia*. Eu estive na polícia por 17 anos. Nunca me impressionei tanto na minha vida. Não peguei o nome do policial. É importante, eu acho, para todos nós lembrarmos a verdadeira razão de estarmos nesta linha de trabalho. A lembrança que o policial nos deu com a sua demonstração de bondade humana não foi perdida em mim ou em qualquer dos policiais do Arizona com os quais esta história foi compartilhada."

10."E o policial que fez do sonho do garoto cego, 13 anos, Cage Hancock-Stevens de ser um policial se tornar realidade."
"Deram até um bolo a ele"*

11."O time de futebol de Michigan deu ao seu capitão de time com Síndrome de Down uma oportunidade de começar"*

12. "Os estudantes do A&M Texas que bloquearam protestantes da Igreja Batista de Westboro com uma barreira humana."

"Quando estudantes ouviram que a Igreja Batista de Westboro planejava protestar o funeral de um soldado, eles formaram uma barricada humana em volta da funerária para bloqueá-los"*

13. "E este garoto corajoso que levantou-se contra o ódio"* 

(Na placa) "Deus odeia viados"

"Deus não Odeia Ninguém"

14. "A mulher que manteve um desabrigado seco durante uma chuvarada"*

15. "O segurança da Disney que é maravilhoso em seu trabalho"*

"Este seria um homem que ama ir ao trabalho e não o teme na noite anterior. Ao entrar no Reino Mágico, um dos guardas disse a garota "Com licença, Princesa, pode me dar um autógrafo?". Eu pude observar que o livro estava cheio de rabiscos de crianças pois o guarda fez o mesma pergunta para muitas Princesinhas. A garotinha não superou o fato de que o guarda pensou que ela fosse uma Princesa de verdade."

16. "Os heróis islandeses que resgataram uma ovelha durante uma grande tempestade de neve"*

17. "A garotinha "pensa-rápido" que salvou sua mãe estapeando-a com um pedaço de pizza"(vídeo)*
Obs: Como o vídeo é em inglês, aqui vai uma explicação rápida: A mãe da menina começou a passar mal, e então a menina chamou a emergência. Como a ambulância demorava muito, em um ato de desespero, ela pegou um pedaço de pizza e deu uma bofetada na mãe, o que parece ter amenizado os sintomas.

18. "A jovem que ama seu cachorro incondicionalmente"*

Um cachorro foi trazido para dentro da clínica. Tivemos que amputar sua perna. A neta dos donos nos escreveu um bilhete. É por isso, pessoal, que faço o que faço.

(Bilhete) - Obrigada por encontrar meu cachorro. Eu a amo mesmo com três pernas.

19. "O jogador famoso de rugby que visitou sua maior fã no hospital"*

20. "Os caras que trabalharam juntos para salvar um gato"*

21. "A comunidade que se juntou para fazer do sonho de Caine uma realidade"*

1º Quadro:  Esse é o Caine.

2º Quadro:  Ele construiu uma galeria na loja de autopeças de seu pai

3º Quadro: Mas ninguém apareceu.

4º Exceto Nirvan que então...

5º Usou a Internet para conseguir que um monte de pessoas aparecessem

6º E fez o dia do Caine

Aliás, quem viu essa história no Fantástico sabe como é linda!

22. "A estrela do futebol americano que dá a crianças necessitadas uma maratona de compras todo ano"*

"Isso é um recibo para 19.000 dólares em brinquedos"

23. "O homem que conforta o cachorro velho que salvou sua vida"*

"Quando John Unger teve pensamentos suicidas após um término de namoro, foi seu cachorro Shoep que o trouxe de volta da beira. Esta fotografia mostra Unger segurando seu amigo no lago Superior para aliviar a artrite do cachorro"

24. "Isso os candidata a pais do ano"

"Olá! Somos bebezinhos gêmeos em nosso primeiro vôo e nós temos apenas 14 semanas de idade! Nós tentaremos ao máximo nos comportar, mas gostaríamos de nos desculpar antecipadamente caso nós perdamos a calma, nos assustarmos, ou nossos ouvidos doerem. Nossa mãe e pai (vulgo: nossa máquina de leite portátil e nosso trocador de fraldas) têm tampa-ouvidos se vocês precisarem. Nós estamos sentados no 20E e 20F se você quiser passar para pegar. Esperamos que tenha um ótimo vôo!"

25. O casal incrível que permaneceu junto por meio de chances inacreditáveis.*

26. "E toda vez que algo assim aconteceu"*

*Clique aqui para ver as imagens

Autotraição

Nós, como seres humanos dotados de consciência gostamos de estar ou mesmo pensar que estamos no controle. Além desta necessidade, também há outra que talvez muitos de nós tenda a reprimir: A de exprimir sentimentos de pensamentos.
Bem, quando se trata de conviver com os outros, entramos em um território imensamente diferente. Não estamos mais lidando com nossas próprias emoções, nossos questionamentos pessoais e desejos...
Vivemos em comunidade. Seja em casa com a família, no trabalho ou Faculdade e afins, lidamos com pessoas. E então, para que não passemos por egoístas, passamos a: 

a) Reprimir desejos, opiniões e qualquer coisa de cunho pessoal em prol da boa convivência.

b) Com o sentimento genuíno de cooperatividade (ou não), nos apropriamos das necessidades do próximo praticamente fazendo-as nossas para mostrar companheirismo e compreensão. (E assim, deixamos de lado as nossas)

Por deixar de exprimir opiniões, desejos e qualquer coisa de natureza pessoal, quero dizer evitar diálogos potencialmente delicados e que venham a ser desagradáveis a pessoa. Mas no meio do caminho de evitar a Terceira Guerra Mundial, nos sentimos no escanteio, deixados de lado, ou até mesmo nos vem a sensação de autoirresponsabilidade, como se não nos déssemos a devida importância.

Enfim, chega o momento em que a sensação de que o controle que tanto desejávamos tomar sob nossas vidas simplesmente some. O que é bem engraçado: Como algo que nunca esteve ali pode sumir e gerar tanta dor?

Não, não. Na verdade. em dada situação, quando nos sentimos fracos, no escuro, com frio, desesperados, tendemos a nos enfiar mais e mais no fundo do poço. Começamos a praticar a injustiça consigo e com outros ao nosso redor. Começamos a perceber a realidade de acordo com o estado de espírito.

Um dia desses, aderi a um exercício que poderia ajudar a pôr para fora negatividades. E esse foi se permitir a escrever tudo o que estiver sentindo, sem restrições, tudo é permitido. E a experiência foi interessante, porque depois de tudo, de vomitar tanta coisa enterrada em uma folha de papel, veio essa revelação de que a emoção altera totalmente a realidade. (Claro que não é bem novidade para ninguém, nem mesmo para mim, mas deixa...)

E se olharmos para nós mesmos, percebemos que os outros são só os outros. Sempre fomos nós mesmos a sugerir as idéias de que o próximo esteve interferindo em nosso estado. Despertamos para a verdade: 
Nossa Verdade.

O Universo tem umas formas que chegam até a ter um pouco de graça de ensinar a gente. Depois de ter escrito tanta coisa a meu respeito e de outros, depois de ler, surgiu um sentimento de invalidação.

Sentir-se inválido, estúpido e injusto é na verdade mais uma armadilha. Talvez gerada pela vitimização.
É uma armadilha porque nos impede de enxergar certos aspectos do momento, aquilo que chamamos de realidade, fatos.

Tem-se de ser extremamente corajoso para encarar tudo isso e mudar o curso.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

In Loving Memory...

"Você saberia meu nome 
se eu te visse no Paraíso?
Seria o mesmo 
se eu te visse no Paraíso?
Eu devo ser forte e seguir
em frente porque eu sei,
eu não pertenço aqui no
Paraíso.

Você seguraria minha mão 
se eu te visse no Paraíso?
Você me ajudaria a levantar
se eu te visse no Paraíso?
Eu encontrarei meu caminho
pela noite e dia
Porque eu sei que não posso ficar
Aqui no Paraíso

O tempo pode te botar para baixo
O tempo pode te fazer ajoelhar-se
O tempo pode partir seu coração
Te fazer implorar por favor
Implorar por favor

Além da porta há paz, tenho certeza
E eu sei que não haverão mais lágrimas no Paraíso

Você saberia meu nome 
se eu te visse no Paraíso?
Seria o mesmo
se eu te visse no Paraíso?"

        Essa música me tocou profundamente com a história por trás dela. Também porque me identifico, partilho dos mesmos sentimentos, fonte de tão bela demonstração de amor que é esta 
composição. Para quem não sabe, Eric Clapton a compôs depois da perda do filho de 4 anos de idade. O menino caiu de 54º andar do apartamento da mãe de um amiguinho. Enfim, todos nós temos de quem lembrar e sentir a presença de espírito.